Um blog cheio de ideias. Algumas soltas... outras nem tanto! Foi a forma de uma copy perdida se encontrar, finalmente, com as suas palavras... E consigo mesma.

Friday, March 02, 2007

Mais uma sexta feira no Mundo

As sextas feiras são, para quase todos os que trabalham, uma enorme alegria. São a antecipação do fim de semana, a véspera do descanso, a antevisão do tempo livre. São o fim da semana e quanto mais intensa esta for, melhor sabe chegar à sexta feira.
Não é que no fim de semana tenha programas que nunca mais acabam, mas sou dona do meu tempo e só faço o que me apetece.
Descanso, namoro, durmo, limpo a casa, implico com o meu marido, leio, arrumo, passeio com o meu cão, almoço com o meu pai, visito os meus sogros, vejo filmes, visito amigos, estou com quem gosto, lavo o carro, estendo a roupa… ou não faço nada.
E com a aproximação do bom tempo esta excitação aumenta. Tempo para sair, para ir à praia, para correr, passear de mão dada, beber um copo ou simplesmente dormir ao sol.
Já houve tempos em que fui “obrigada” a trabalhar durante o fim de semana e por isso agora dou tanto valor a estes dois diazinhos que nos revitalizam a mente e fortalecem o espírito.
Já houve tempos em que fazia o que não gostava durante a semana e por isso o fim de semana era um escape. Os únicos dias em que era livre.
Hoje sou feliz no trabalho, mas sabe sempre bem descansar a cabecita e dar um repouso ao stress.
Benditas sextas feiras, que trazem atrás de si dois dias inteiros sem horários nem compromissos, para gozar plenamente.
Bom fim de semana!

3 Comments:

Blogger catinha28 said...

Minha linda
Espero que descanses muito e bem, neste fim de semana.
Namorar também faz parte do descanso :)
Beijos e quero que saibas que tenho saudades tuas.
Catarina Viegas

6:28 AM

 
Blogger david santos said...

oLÁ!
Bom trabalho. Parabéns

10:58 AM

 
Blogger david santos said...

Olá!
Por tudo. Basta que eu goste. O que de facto é verdade: gosto da tua escrita. Já quanto ao nós fazermos, neste caso tu, o que gostamos, as coisas "fiam" mais fino. Quase nunca, ou melhor; penso que nunca, excepto raras excepções, nós conseguimos fazer o que gostamos. Embora querendo e lutando para que isso aconteça. Voltando atrás, digo: adoro a forma como escreves mas, mais contente estou ainda, por saber que fazes aquilo de que tanto gostas. Eu vou aparecer com mais frequência no teu canto. Basta que te não perca lá entre os meus visitantes, mas venho, garanto. Abraços.

8:12 AM

 

Post a Comment

Links to this post:

Create a Link

<< Home