Um blog cheio de ideias. Algumas soltas... outras nem tanto! Foi a forma de uma copy perdida se encontrar, finalmente, com as suas palavras... E consigo mesma.

Wednesday, November 29, 2006

A Monica da Uzina

Hoje um amigo deu-me, sem saber, uma ideia para um post. Estávamos a trocar mails e ele chamou-me a atenção para o facto de, no meu endereço profissional, não ter apelido. Sou só Mónica! A Mónica da Uzina, disse ele.
Achei motivo de reflexão (lembra-me aquelas pausas da RFM, quando eles meditam sobre um assunto e terminam com um: "Vale a pena pensar nisto").
Vim de uma agência enorme, a Tal, a que chamei minha por muito pouco tempo. Nessa agência não encontrei nada do que procurava. A comunicação era inexistente, a maioria dos colegas eram invejosos e eu era apenas uma, entre muitos. A desilusão foi o valor mais alto que me apareceu à frente. Tudo o resto era uma enorme fraude.
Hoje estou numa estrutura muito mais pequena, mas a comunicação existe, o reconhecimento também, e o diálogo é uma constante. Não existe competição, mas sim entre ajuda, e não existe mais nenhuma Mónica. Só eu. A Mónica da Uzina.
Já agora, vale a pena pensar nisto ;)

3 Comments:

Anonymous Anonymous said...

Olha, Uzina ou Usina...?

10:45 AM

 
Anonymous diazzz said...

Por falar em entre-ajuda, já sabes que podes contar sempre aqui com o colega.
;)

3:45 AM

 
Anonymous Anonymous said...

É engraçado que quando falo de ti me perguntam "a tua Mónica?". E é com grande orgulho que digo "Sim, a minha Mónica". Nada tem a ver com sentimento de posse nem o facto de conhecer várias mónicas mas sim com a enorme satisfação de ter o privilégio de partilhar o dia-a-dia, as ideias e os momentos com alguém tão especial. Um grande beijinho. És a maior.

4:56 AM

 

Post a Comment

Links to this post:

Create a Link

<< Home