Um blog cheio de ideias. Algumas soltas... outras nem tanto! Foi a forma de uma copy perdida se encontrar, finalmente, com as suas palavras... E consigo mesma.

Wednesday, September 13, 2006

A minha amiga-da-guarda

Já alguma vez sentiram que o dia se ilumina com uma novidade? Que o tempo e os problemas se diluem apenas com um telefonema daquela pessoa que nos faz tanto bem?
Que as chatices, o trabalho, o stress, as tristezas, as preocupações e até as inseguranças desaparecem por causa de um sorriso?
Eu tenho uma amiga que me faz sentir tudo isto.
Alguém com quem eu sei que posso sempre contar. Quase como se fosse uma Mãe.
Sei que não me vai desiludir, não vai desaparecer, não me vai julgar nem fazer mal.
Sei o que tenho, sei com o que conto e faz-me tão bem ter estas certezas.
Uma amiga preciosa que me tem ajudado pela vida fora. Há tantos anos que já lhe perdi a conta. Em tantas crises que já nem tenho vergonha.
Eu sou fraca. E preciso do que ela me transmite.
Ela é forte, decidida, generosa, genuína, radiante e tão querida que só de pensar fico confortada.
Faz-me tão bem, ensina-me tanto, dá-me tanta alegria que é impossível descrever.
Devo-lhe a vida, e ela sabe disso. Respeito-a, admiro-a, adoro-a.
Penso muitas vezes nas pessoas que cruzam a minha vida e que, por uma razão ou por outra, fazem a diferença e marcam a minha existência.
A Dra. Alcina é uma delas. Considero-a um anjo. O meu anjo.
Sei que me posso perder, porque ela vai-me encontrar. Posso estar a morrer mas ela aparece para me salvar. E não estou a exagerar.
Não há palavras para a elogiar. Posso passar a vida toda a agradecer-lhe que não seria suficiente.
Por isso só lhe posso tentar dar tanto quanto ela me dá. Posso-lhe dar a minha alegria, a minha energia, a minha juventude e rebeldia. Posso fazer com que ela se lembre dos seus tempos de luta e frustrações, posso deixar que ela me ensine, posso ser a filha que não tem e a amiga que a faz sorrir.
E só posso agradecer à minha Mãe, por continuar a guardar-me e a pôr no meu caminho estas fadas cintilantes que me guardam a alma e me aquecem o coração...

1 Comments:

Anonymous Anonymous said...

Nada na vida é por acaso...ás vezes tb damos um empurrãozinho p q estas coisas nos aconteçam...c uma pessoa como tu estou certa q mts fadas se cruzam no teu caminho...
Bjokas c mt carinho e amizade
Cristina

7:39 AM

 

Post a Comment

Links to this post:

Create a Link

<< Home