Um blog cheio de ideias. Algumas soltas... outras nem tanto! Foi a forma de uma copy perdida se encontrar, finalmente, com as suas palavras... E consigo mesma.

Wednesday, September 06, 2006

Curriculo Vital

Ao acabar de redigir o seu Currículo, leu-o novamente.
Desta vez como se fosse a entidade empregadora.
Achou-o interessante, com boa apresentação e com um percurso profissional atractivo... Afinal ele já trabalha desde os 17 anos.
Ainda não conseguiu exercer a profissão que gostaria, embora tenha estudado para isso e já tenha tentado várias vezes.
Não tem tido sorte, é certo, mas isso não o desmotiva. Pelo contrário.
E, ao passar por vários empregos, tem conhecido pessoas diferentes e exercido em diversas áreas, o que tem aumentado o seu currículo.
Mas agora a situação mudou um bocadinho...
A sua mulher está grávida, e o emprego que ele tem actualmente não é certo nem rende o suficiente para quem vai ser pai. Precisa de estabilidade.
Tem de tentar, mais uma vez, mudar de vida.
Percorre os anúncios que seleccionou do jornal de hoje. Nenhum é o emprego dos seus sonhos, mas vai tentar na mesma.
Hoje ele também não faz o que gosta por isso, mal por mal, ao menos que receba um bocadinho mais...
De seguida decide enviar também uma candidatura espontânea para aquela empresa que ele tanto admira e na qual gostava tanto de ser integrado...
Nunca se sabe... Pode ser que a sua sorte mude.
Concentra-se. Redige a carta de apresentação, anexa o seu currículo... Benze-se 3 vezes, pede ajuda a todos os santos e santinhos... e envia.
Pode ser que hoje alguém se interesse e lhe telefone...
Na entrevista ele revelará o seu potencial, e o entrevistador irá escolhê-lo.
E ele vai, finalmente, abraçar a profissão que gosta.
E, como gosta, sabe que a irá realizar com gosto, com brio.
E o empregador vai ficar contente por ter feito a aposta certa, na pessoa certa.


Chegou à sua secretária, ainda ensonado, e bocejou.
Olhou para o molho de processos à sua frente e pensou que hoje tinha de despachar metade daquela torre.
E ainda por cima tem de sair mais cedo pois é a vez de ele ir buscar os filhos à escola.
Olha para o computador... está a chegar uma candidatura espontânea...
Espontânea ou espontâneamente apaga-a e passa ao e-mail seguinte.
E assim, sem sequer pensar nisso, eliminou as esperanças de alguém...

... alguém que perdeu, sem sequer ter tido a hipótese de jogar.

0 Comments:

Post a Comment

Links to this post:

Create a Link

<< Home