Um blog cheio de ideias. Algumas soltas... outras nem tanto! Foi a forma de uma copy perdida se encontrar, finalmente, com as suas palavras... E consigo mesma.

Thursday, August 03, 2006

Verao cinzento

O tempo está cinzento, escuro, triste. Nem parece que estamos em pleno Verão.
Em dias como este visto-me como o céu e sinto-me como o sol... encoberta.
A minha vida está estranha. E hoje tenho esta perfeita noção.
Não sou, nunca, uma pessoa calma e contida. Sou impulsiva, ansiosa, nervosa, com tendência a sofrer por antecipação.
Ainda a manhã está a começar e eu já estou a pensar que o dia vai ser cinzento até ao fim.
Sei que tenho de mudar. Tenho de aprender a aceitar o que me acontece com calma, tenho de ver as oportunidades escondidas e não pensar exageradamente no futuro. Mas custa-me tanto...
Hoje estou a fazer novamente o que gosto. O que amo, realmente. Ainda meia envergonhada por estar num meio estranho, mas nada hostil.
Sei que o tempo vai ajudar nesta integração, mas é esse mesmo tempo que me falta e me confude as ideias.
Estou à experiência... Depois de ter passado por uma experiência traumatizante numa outra agência.
Quero acreditar que vou vencer, mas o medo de falhar, de não ser suficientemente boa, de não convencer, toma conta de mim, em quase todos os momentos.
Tive de aprender a não criar expectativas demasiado altas, a viver um dia de cada vez, a não sonhar... Eu!! Que governo a minha vida com sonhos cor de rosa, que os deixo tomar conta de mim... uma sonhadora nata, proibida de sonhar. Para não sofrer.
Alguma lição havia de tirar do que me aconteceu. Mas o meu desejo é deixar-me levar por mais este sonho, por mais esta aventura que tem dado cor à minha vida. Tenho de arriscar, mas sempre com a noção de que pode não acabar bem.
É como ir para um campo de batalha, sem armas nem protecções, disposta a lutar contra o inimigo, disposta a investir com todas as minhas forças, mas sabendo que basta um tiro para me matar. E mesmo assim vou. Porque quero surpreender este "inimigo" com a minha coragem, o meu atrevimento e o meu talento...
Um novo emprego, uma nova etapa. Uma nova prova.
Não posso pensar como irá acabar, mas não deixo de o sentir...
Tenho pressa de viver, de mostrar, de vencer. Tenho pressa de ser eu. Todos os dias.

1 Comments:

Blogger Cristina said...

Tens de acreditar em ti...no teu talento...pq o tens...
Tens de aprender a gerir essa ansiedade...esse nervisismo q só te atrapalha...
Tu és especial,talentosa,bonita,inteligente...eu sei lá....nunca mais acabava de te elogiar...ehehehehe
Força e acredita!!!
Um beijo enorme desta amiga q te tem no coração...
Cristina

7:29 AM

 

Post a Comment

Links to this post:

Create a Link

<< Home